CSP vence Treze na sexta rodada do Campeonato Paraibano

O Tigre foi muito superior na segunda etapa e dominou as ações do jogo.

CSP vence o Treze (Foto: Reprodução)

Dois gols no segundo deram ao CSP a vitória por 2 a 0 sobre o Treze, na noite desta segunda-feira, em João Pessoa. pela sexta rodada do Campeonato Paraibano. O Tigre foi muito superior na segunda etapa e dominou as ações do jogo, chegando ao gol primeiro com Fábio, depois com Bahia e quase chegando ao terceiro, com Ronald.

A equipe de Josivaldo Alves, que vinha de um empate heróico diante do Botafogo-PB, mereceu o resultado contra um Treze muito mal em campo, e totalmente vunerável aos contra-ataques.

Primeiro tempo

O primeiro tempo foi para lá de equilibrado, com chances para os dois lados. Mas, quem chegou primeiro foi o Treze. No primeiro lance de jogo, Almir arriscou de fora da área e o chute levou perigo ao gol do CSP. Logo após, aos seis minutos, foi a vez do Tigre dar a resposta. Matheus finalizou de dentro da área e Jeferson apareceu para salvar o Galo.E o ritmo se manteve. 

Aos 21 minutos, Jeferson apareceu de novo para defender a meta alvinegra. Natalício invadiu a área e chutou forte, mas o goleirão mostrou que estava inspirado. Mas, a chance do jogo para o Treze veio aos 37 minutos. Após um bate-reabte na área, a bola sobrou para Rafael Oliveira. Mas, o camisa 9 finalizou mal e desperdiçou o ataque. No outro lance, o atacante ainda recebeu mais uma bola com chances para marcar, mas desta vez brilhou a estrela do goleiro Wallace, que saiu nos seus pés e garantiu o fim da primeira etapa com igualdade no placar: 0 a 0.

Segundo tempo

O CSP voltou a campo com Ronald no lugar de Matheus no segundo tempo. O Treze, por sua vez, também mexeu, com a entrada do atacante Júnior Fialho na vaga de Mirandinha. 

O Tigre se deu melhor com as alterações e logo aos três minutos, abriu o placar, com Fábio. O Galo, que estava bem na primeira etapa, se desestabilizou. O time saiu para o jogo, tentou chegar ao ataque de qualquer maneira e ficou vuneravel aos contra ataques do CSP, que soube explorar bem a velocidade dos seus jogadores. O resultado não podia ser outro. 

O Tigre amassou o Treze, chegou ao segundo gol com Bahia e quase marcou o terceiro, com Ronald. No fim do jogo, o Galo ainda tentou esboçar uma reação na bola parada. Mas, não deu outra. Fim da partida. CSP 2 a 1 Treze.

Classificação

Com a vitória, o CSP subiu para sete pontos e alcançou a terceira colocação do Grupo B, dois abaixo do Sousa e três abaixo do Campinense – mas o Dinossauro tem um jogo a menos. O Treze se manteve com 10 pontos, na terceira posição da Chave A, mas pode ver a zona de classificação ficar ainda mais distante, em caso de vitória do Botafogo-PB, que também tem um jogo a menos, justamente contra o Sousa. 

Próximos jogos

O CSP agora tem uma semana cheia para treinamentos. Só volta a campo pelo Paraibano no próximo domingo, dia 8, fora de casa, às 17h, contra o Atlético de Cajazeiras. No mesmo dia, o Treze recebe o São Paulo Crystal, uma hora antes, no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande.

Não deu certo

Prejudicado pela falta de criação, o Treze tentou levantar muitas bolas na área, mas viu sua estratégia afundar. Celso Teixeira mandou a campo um time mais marcador, do que pensador, com três volantes de origem (Robson, Patrick e Dedé) e apenas um meia de criação (Almir, que ficou sobrecarregado). Sem ninguém para unir os setores, o time abusou de lançamentos, apostando na velocidade de Mirandinha. Com sua saída, porém, as jogadas ficaram ainda mais previsiveis e a equipe se perdeu em campo. Jânio Fialho e Frontini, que entraram para dar mais estatura ao ataque, pouco participaram da partida, uma vez que a bola parou de chegar lá na frente

clickpb

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.