Campinense x Botafogo-PB: Belo não perde para a Raposa desde o Paraibano de 2018, há cinco jogos

Última vez que o Rubro-Negro venceu o Alvinegro da Estrela Vermelha foi na partida de ida da final do estadual de 2018. Depois disso, já são cinco triunfos consecutivos dos pessoenses

Campinense e Botafogo-PB vão disputar o primeiro Clássico Emoção da temporada nesta quarta-feira. Além da disputa pela manutenção da liderança na classificação do Grupo B, um tabu que já incomoda vai estar em jogo no lado do Rubro-Negro. É que a última vez que a Raposa derrotou o Belo foi na partida de ida da decisão do Campeonato Paraibano de 2018. De lá para cá, foram cinco partidas, com cinco triunfos da equipe de João Pessoa.

Campinense x Botafogo-PB fazem primeiro Clássico Emoção de 2020 nesta quarta-feira — Foto: GloboEsporte.com

Formato da competição à parte, o fato é que tanto o Campinense quanto o Botafogo-PB estão prevalecendo no futebol do Campeonato Paraibano nos últimos anos. A prova disso é que as equipes decidiram o estadual nas duas últimas edições. Nas ocasiões, a predominância foi botafoguense.

Na última vitória do Campinense sobre o Botafogo-PB, em 5 de abril de 2018, os times eram completamente diferentes. Dos 42 jogadores relacionados para aquela partida, além dos dois treinadores - Ruy Scarpino e Leston Júnior -, apenas dois permanecem nos dias atuais onde estavam naquela época. São os atacantes botafoguenses Dico, que está próximo de completar 100 jogos com a camisa alvinegra, além de Mário Sérgio, que deixou o clube ao fim daquela temporada e foi contratado em definitivo para 2020.

Naquela noite, o Estádio Amigão recebeu 7.435 de público pagante. Toda aquela gente viu Tarcísio marcar o gol da vitória da Raposa logo no primeiro minuto da partida. O Campinense ficou a um empate do título estadual, mas o jogo de volta terminou com um triunfo do Botafogo-PB por 2 a 0, que rendeu a conquista para a equipe da capital, com Lula e Nando marcando os gols alvinegros.

Em 2018, Campinense venceu o jogo de ida, mas a vitória na partida de volta rendeu título para o Botafogo-PB — Foto: Pedro Alves / GloboEsporte.com

Na temporada passada, com novos treinadores e jogadores, Campinense e Botafogo-PB se enfrentaram quatro vezes, duas na fase de grupos e duas na grande finalíssima. O técnico do Belo já era Evaristo Piza, enquanto Francisco Diá comandava a Raposa.

Nos grupos, o primeiro jogo foi no Amigão, em Campina Grande, e terminou com vitória botafoguense por 1 a 0. Na ocasião, o Belo já tinha um elenco mais próximo do que tem hoje, com Marcos Vinícius, meia que segue no time, marcando o gol da vitória. Aquele jogo aconteceu no dia 30 de janeiro.

Na temporada passada, Botafogo-PB e Campinense se enfrentaram quatro vezes, com quatro triunfos para o time da capital — Foto: Paulo Cavalcanti / Botafogo-PB

Na partida de volta, uma nova vitória do Belo, novamente por 1 a 0, só que no Estádio Almeidão, em João Pessoa. O gol botafoguense foi marcado por Willian Goiano. Naquele dia 20 de março, o Botafogo-PB ainda teve a chance de ampliar em cobrança de pênalti, mas Marcos Aurélio, então camisa 10 da equipe, parou no goleiro Wagner Coradin. Nenhum dos três atletas citados seguiram em seus clubes para 2020.

Campinense e Botafogo-PB ainda se enfrentaram mais duas vezes, na ida e na volta da grande final do Paraibano de 2019. O primeiro jogo, em Campina Grande, terminou em 2 a 1 para o Belo, que marcou com Marcos Aurélio e Dico, enquanto a Raposa descontou com Neílson, que hoje é jogador botafoguense. Na partida de volta, os botafoguenses venceram por 2 a 0, com gols de Clayton e Paulo Renê, dupla que já não está mais em João Pessoa.

Léo Moura está confirmado para o clássico desta quarta-feira — Foto: Josemar Gonçalves / Botafogo-PB

Nesta quarta-feira, com os times diferentes, Campinense e Botafogo-PB vão entrar em campo para escrever mais um capítulo dessa história. A Raposa, agora comandada por Oliveira Canindé, enquanto Evaristo Piza segue no comando do Belo. Vale quebra ou manutenção de tabu, vale a vitória no primeiro Clássico Emoção da temporada.

globoesporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.