Após um ano preso, meia ex-Sport e CSA recebe nova chance na carreira e vibra por recomeço

Everton Heleno foi condenado a quase oito anos de prisão, mas vai responder processo em liberdade: "Não desejo nem para o meu pior inimigo". Jogador foi contratado pelo Botafogo-PB

Foto:Lucas Barros/GloboEsporte.com

Everton Heleno viveu a pior fase da vida após passar um ano preso. Acusado de assalto e roubo de celulares, na região metropolitana do Recife, o meia - solto em agosto - vai responder o processo em liberdade e tem a oportunidade de recomeçar a carreira. O Botafogo-PB decidiu abrir as portas para o jogador de 29 anos, que passou por CSA, Sport e Santa Cruz.

- Você pagar por uma coisa que não fez. É complicado. Mas isso aí o advogado está recorrendo e bola para frente. O Botafogo-PB abriu as portas para mim. É um recomeço muito importante para minha vida. Vamos dar sequência agora. Estou muito feliz, muito contente mesmo. Uma situação que nunca passei. Mas Deus está no comando de tudo e sabia que a verdade ia aparecer - comentou Everton Heleno.

Everton Heleno comemora nova chance na carreira — Foto: Lucas Barros/GloboEsporte.com

Ele ficou preso na Penitenciária Agropecuária São João, na Ilha de Itamaracá-PE. No decorrer do processo, houve uma mudança no depoimento de uma testemunha de acusação: ela admitiu ter errado ao acusar Everton Heleno.

- Ali (na prisão) é um aprendizado, né? Não desejo nem para o meu pior inimigo. Mas tive que passar. Estou de cabeça tranquila, bem, e foi muito forte. A família foi o fundamental de tudo.

Com a liberdade para voltar a jogar futebol, o pernambucano se apresentou quase três meses antes do previsto para iniciar os trabalhos no Botafogo-PB. Tudo para buscar adquirir ritmo de jogo novamente.

Meia busca adquirir ritmo de jogo novamente — Foto: Lucas Barros/GloboEsporte.com

O principal objetivo do time paraibano é o acesso à Série B do Brasileiro. Everton Heleno conhece o caminho para o acesso após vencer a Série C duas vezes, em 2013 e 2017, por Santa Cruz e CSA, respectivamente.

- Pedi para me apresentar antes. Estou conhecendo o grupo. Estou muito feliz, como já falei anteriormente. Espero contribuir junto com meus companheiros. Fazer um belo de um campeonato estadual, Nordestão e na sequência a Série C. Só depende do ritmo de jogo. Treino é treino e jogo é jogo. Vão ter quatro amistosos aí para o professor avaliar e vamos manter o trabalho - concluiu o jogador, que também tem a Copa do Brasil pelo caminho com o Belo.

Jogador foi campeão da Série C do Brasileiro pelo CSA em 2017 — Foto: Alisson Frazão/Ascom CSA

globoesporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.