Botafogo-PB e Marcos Aurélio não chegam a acordo, e jogador se despede do clube


Diretoria negociava há duas semanas com o meia, que foi capitão e camisa 10 do time nas últimas duas temporadas. Mas, no fim das contas, o vínculo não será estendido para 2020

Foto:Paulo Cavalcanti / Botafogo-PB

Marcos Aurélio não é mais jogador do Botafogo-PB. Camisa 10 e capitão do Belo nas duas últimas temporadas, o meia não chegou a um acordo com a diretoria para renovar seu vínculo com o clube e, nesta terça-feira, se despediu do Alvinegro da Estrela Vermelha. A negociação entre clube e jogador já se arrastava há duas semanas, mas, no fim das contas, está encerrado o ciclo do MA10 no time da Maravilha do Contorno.

O atleta de 35 anos chegou ao Botafogo-PB, no fim de 2017, como principal nome para a temporada do ano seguinte. Foram, ao todo, 73 partidas vestindo a camisa alvinegra. Marcos Aurélio se despede com o status de meio-campista que mais marcou pelo clube neste século. Foram 22 gols marcados pelo camisa 10 nesses dois anos.



Ver essa foto no Instagram

Chega ao fim nesta terça-feira (17) uma parceria de quase dois anos que rendeu dois títulos paraibanos e duas classificações na Copa do Nordeste (sendo uma delas um vice-campeonato). Botafogo e Marcos Aurélio não chegaram a um entendimento e, principalmente, pelo fato do jogador ter propostas de clubes da Série B, por isso chega ao fim mais um ciclo. Com a histórica camisa 10 do Maior da Paraíba, o meia Marcos Aurélio jogou 73 partidas e marcou 22 gols. . O Botafogo agradece imensamente o período em que Marcos Aurélio defendeu nossas cores. Houve um ganho técnico imensurável com a sua vinda, mas também o aumento da dimensão do nosso clube. Por ter sido nesse tempo uma de nossas principais referências técnicas, o atleta foi importante demais por criar momentos mágicos no Almeidão e fora dele. Foi um dos grandes responsáveis por engradecer e enobrecer o alvinegro da estrela vermelha nos últimos dois anos. . A parceria técnica chega ao fim, mas a gratidão de todos que fazem o Botafogo vai ser pra sempre. Poucos jogadores do tamanho de Marcos Aurélio respeitaram tanto a instituição ao ponto de fazer da Maravilha do Contorno sua segunda casa e dos funcionários do clube de todos os setores parte da sua família. Desejamos sorte ao nosso, até então, "10 e faixa" em sua carreira. . Marcos Aurélio se despede do clube, mas deixa em nossas lembranças momentos que nossa torcida jamais vai esquecer. Gols antológicos como aquele olímpico no Almeidão na Copa do Nordeste de 2018 ou o petardo de fora da área, de falta, em Salvador na Lampions deste ano, ou ainda aquele de cobertura lá no salão no Paraibano de 2018. O meia deixa o clube, mas deixa também nossa camisa 10 um pouco mais pesada. . Obrigado por tudo, Marcos! . 📷 @cavalcanti.paulo . #MA10 #MarcosAurélio #BotafogoPB #MaiordaParaíba #Belo1931
Uma publicação compartilhada por Botafogo Futebol Clube (@botafogopb) em

Em duas temporadas pelo Botafogo-PB, Marcos Aurélio conseguiu conquistar dois títulos paraibanos e um vice-campeonato do Nordeste. Em 2018, capitaneou, constante dentro das quatro linhas, a boa campanha na Série C do Brasileiro, quando a equipe deixou escapar o sonho do acesso nas penalidades máximas contra o Botafogo-SP, após ter sofrido um gol aos 49 do segundo tempo.

Em dois anos, Marcos Aurélio fez 73 jogos e marcou 22 gols com a camisa do Botafogo-PB.

De contrato renovado para 2019, teve queda considerável em seu desempenho. O início do primeiro semestre parecia tão promissor quanto o que tinha mostrado ao longo do ano anterior. No entanto, uma lesão muscular às vésperas da sua estreia na Série C do Brasileiro comprometeu a sua constância na sequência do calendário botafoguense. O último gol marcado por Marcos Aurélio com a camisa do Belo aconteceu no dia 17 de abril, contra o Campinense, na primeira partida da final do Campeonato Paraibano, em cobrança de falta.

Marcos Aurélio levantou a taça do tricampeão paraibano do Botafogo-PB neste ano — Foto: Reprodução / TV Belo

Com a saída de Marcos Aurélio, o Botafogo-PB perde a primeira peça-chave com a qual vinha tentando renovar para 2020. O goleiro Saulo ainda segue em trâmite de negociação em busca de um novo vínculo com o clube alvinegro. No momento, o Belo conta com 13 peças garantidas para a temporada 2020. Além do técnico Evaristo Piza, renovaram com o clube para 2020 os zagueiros Donato e Fred, o volante Rogério, o meia Erivélton e os atacantes Kelvin e Dico. Já o goleiro Rhuan, os laterais-direitos Neilson e Israel, o volante Wellington Cézar, os meias Marcos Vinícius e Enercino e o atacante Hiago já tinham contratos mais longos e também seguem no plantel.

Fonte: globoesporte

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.