Canindé revela que negocia retorno ao Campinense: "Voltar para o clube é minha prioridade"

Treinador admite conversas com a diretoria rubro-negra, que, mesmo em meio ao processo eleitoral, já está traçando o planejamento para a temporada 2020

Foto: Antônio Carneiro / Pernambuco Press

Campeão da Copa do Nordeste pelo Campinense, Oliveira Canindé está prestes a acertar seu retorno ao clube. Pelo menos foi isso que o próprio treinador revelou nesta quinta-feira, em entrevista ao GloboEsporte.com. O treinador admitiu que está com conversas avançadas para assumir o comando da Raposa na temporada 2020. Ciente da situação financeira do Rubro-Negro, o treinador disse que já discute com a diretoria o planejamento para o próximo ano e que sua prioridade é voltar a Campina Grande.

- Tenho um carinho muito grande pelo clube e coloco o Campinense como primeira opção. Estamos vendo quando eu posso chegar e o que pode ser feito - afirmou o treinador campeão do Nordeste em 2013.

Desempregado após o fim da disputa da 2ª divisão do Campeonato Cearense, onde comandou o Crato, Canindé está em Fortaleza, no Ceará, onde vive com sua família. O treinador disse que recebeu contato de outros dois clubes, mas que a possibilidade maior é de voltar ao Campinense. Negociando diretamente com a Raposa, sem intermédio de empresários, ele revelou que até mesmo já discute o planejamento para a temporada de 2020.

Canindé em ação: treinador comandou o River-PI em 2018 — Foto: Stephanie Pacheco/GloboEsporte.com

Questionado sobre o atual momento do Campinense, Canindé não se mostrou apreensivo. Mesmo com o mau momento financeiro do clube, o treinador garantiu que dá para driblar as dificuldades e que já está traçando estratégias para isso. Ele disse, inclusive, que já observa jogadores que se adequem à realidade orçamentária da Raposa.

- Eu tenho conversado também sobre isso. Dá para buscar atletas em outros nichos. Tem muitos jovens de valores. Não teríamos um elenco repleto de estrelas, mas podemos ter jogadores jovens, com ambição de crescer na carreira. Esse é o caminho - antecipou Canindé.

Até o momento, o único entrave na negociação entre Canindé e o Campinense é burocrático. O treinador e o presidente interino, Paulo Gervany, aguardam a definição da eleição, que está marcada para o dia 15 de setembro.

- Se ele for eleito e der tudo certo, eu poderia assinar um pré-contrato com o clube. De repente, a gente poderia marcar de se encontrar e fechar logo essa questão - disse Canindé.

O GloboEsporte.com tentou contato com Paulo Gervany, que é o presidente interino e único candidato à presidência efetiva do Campinense, mas as ligações não foram atendidas. No início deste mês, o dirigente chegou a afirmar que vinha tendo conversas com dois treinadores cotados para assumir o time da Raposa no próximo ano, mas não revelou os nomes dos profissionais. Gervany ainda avisou que apenas em setembro, quando tiver sido eleito, é que ele deve anunciar quem vai ser o treinador da equipe em 2020.

Fonte: globoesporte

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.