Brasil bate a Argentina, elimina o rival e vai à final da Copa América


Foi preciso esperar 12 anos até que Brasil e Argentina pudessem se reencontrar em uma partida de Copa América. Quis o destino que o palco do duelo fosse o estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. Se ali estava o fantasma do 7x1, nesta terça-feira (2), ele foi exorcizado de vez. O triunfo por 2x0 eliminou os argentinos e classificou o Brasil à final do torneio.

E mais. Fora da Copa América, a Argentina aumenta o jejum sem títulos para 26 anos, deixa o rival pelo tempo sem vencer o Brasil em mata- matas e amplia a crise no adversário. Já a Seleção Brasileira agora espera pelo vencedor de Peru e Chile para saber quem enfrentará na decisão.

O show brasileiro começou antes mesmo do apito inicial. A torcida fez uma linda festa ao cantar o hino. Quando a bola rolou, foi o Brasil que começou indo pra cima. Na bola rebatida por Casemiro, Firmino saiu de cara e finalizou bem. Armani fez a defesa, mas o árbitro marcou impedimento.

Sendo pressionada, a Argentina passou a apelar para as faltas. A primeira finalização hermana só saiu aos 12 minutos. O chute de Pezzella passou perto da trave de Alisson. Apesar do lance, o Brasil seguia soberano na partida e o gol era apenas questão de tempo.

Na roubada de bola na intermediária, Firmino descolou belo passe para Gabriel Jesus. O camisa 9 ia sair livre, mas errou o domínio. Não fez falta. Minutos depois Daniel Alves iniciou a jogada com um chapéu em Acuña, deixou Paredes no chão e tocou para Firmino. O atacante cruzou rasteiro e Gabriel Jesus completou para o fundo das redes. Um golaço aos 18 minutos.

O gol animou a torcida brasileira que passou a cantar ainda mais alto. Com a vantagem, o Brasil seguiu controlando a partida. Mas, aos poucos, a Argentina conseguiu equilibrar o duelo. Na cobrança de falta de Messi, Agüero mandou de cabeça e a bola explodiu no travessão. Na volta a defesa brasileira afastou o perigo.

Aos 35 minutos Coutinho errou o passe no meio-campo e a bola ficou com Messi. O camisa 10 desceu em velocidade e tocou para Agüero. Thiago Silva escorregou e o atacante ficou em boa posição para finalizar, mas Marquinhos conseguiu salvar.

Após um momento de timidez no ataque, o Brasil voltou a se fazer presente no campo de defesa da Argentina, mas não foi o suficiente para assustar o goleiro Armani. 

Só comemorar
O Brasil voltou para o segundo tempo com Willian no lugar de Everton, mas foi a Argentina que colocou pressão no ataque. Na jogada errada da defesa brasileira, Messi recebe livre e chuta forte. A bola explode na trave. No rebote, o mesmo Messi cruza. A bola passa na frente do gol brasileiro e ninguém aparece para completar.

Do outro lado Coutinho não aproveitou a boa jogada de Gabriel Jesus e de frente para o gol perde a chance de fazer o segundo. A argentina voltou a ficar perto do empate aos 21 minutos. Messi mandou a bola no ângulo, mas Alisson foi seguro para fazer a defesa.

Quando a Argentina vivia o seu melhor momento, recebeu outro duro golpe. Aos 25, Gabriel Jesus ganhou a jogada no meio campo, passou pela defesa e rolou para Firmino, livre, marcar o segundo e ampliar a vantagem brasileira.

Com a desvantagem ainda maior, a Argentina voltou a apelar para a violência. Lautaro Martínez fez falta dura em Firmino e o clima esquentou. Depois da confusão, o Brasil quase chegou ao terceiro. De novo em jogada com Gabriel Jesus.

A festa na arquibancada tomou conta e a torcida passou cantar o grito de eliminado para a Argentina e olé. O tempo foi passando, o gol hermano não saiu, o resultado foi o suficiente para colocar o Brasil na final da Copa América. Enquanto isso o Messi tchau, Messi tchau, Messi tchau!

Fonte: correio24horas

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.