Botafogo-PB joga muito mal, perde para o Sampaio Corrêa e pode deixar a zona de classificação

Foto: Paulo Cavalcanti/ Botafogo-PB

Fazendo seu terceiro jogo dentro da mesma semana, o Botafogo-PB recebeu o Sampaio Corrêa-MA pela décima primeira rodada do Grupo A da Série C do Campeonato Brasileiro. Com uma exibição sofrível, o Belo perdeu de virada por 2 a 1, e pode deixar o G4 na segunda-feira.

Para começar o jogo, o treinador Evaristo Piza mudou o time botafoguense, tirando Willian Goiano e Juninho para colocar Lula e Clayton de início. Mas parecia que o time não se encontrava em campo. Até os 15 minutos, só o Sampaio Corrêa atacava, fazendo Saulo precisar intervir bem aos 12 minutos para cortar um cruzamento de Roney em direção a Salatiel.

Mas quem foi mais efetivo foi o Botafogo-PB, sempre em bolas paradas. Aos 16, Marcos Aurélio cobrou falta da esquerda para a área e Neuton deu uma casquinha de cabeça para tirar as chances do goleiro Andrey defender, marcar seu segundo gol com a camisa do Botafogo-PB, e abrir placar no Almeidão.

Em boa trama dos maranhenses, Welder recebeu livre dentro da área, entrando pela esquerda, saiu na cara de Saulo, mas o arqueiro botafoguense conseguiu se agigantar e fechar o ângulo, fazendo uma importante defesa para manter a vantagem do Belo.

Deixando muito espaço e com muita desatenção no sistema defensivo, o Botafogo-PB sofreu o castigo. Aos 42, Everton avançou pela direita e passou como quis por Neuton e cruzou na área. A bola passou por toda pequena área, onde estava Welder, que mandou novamente para o meio, mas desta vez Roney, sozinho, só escorou e mandou para as redes, enquanto toda defesa só assistia, deixando tudo igual no marcador.

Mais uma vez em bola parada, o Botafogo-PB quase fez o segundo. Aos 45, Marcos Aurélio cobrou falta da esquerda e Felipe Alves desviou, mas desta vez Andrey mandou para escanteio.

Segundo tempo

Com uma exibição muito ruim antes do intervalo, o Belo voltou para campo com Enercino e Nando nas vagas de Kelvin e Felipe Alves, que praticamente não haviam participado do jogo.

E logo aos 2 minutos, após jogada de Neuton pela esquerda, a bola sobrou para Marcos Aurélio, que cortou o marcador e chutou de direita, a bola resvalou na defesa e por pouco Nando não conseguiu empurrar para o gol, mas Andrey fez a defesa.

Em mais uma bola parada, aos 8 minutos, desta vez do meio da rua, quase do círculo central, Marcos Aurélio soltou a bomba de pé direito, a bola pegou efeito e obrigou o goleiro maranhense a espalmar para mandar pela linha de fundo.

Na sequência, um minuto depois, o Sampaio Corrêa saiu em velocidade pela direita e Roney mandou na área. A defesa do Belo vacilou e Welder ficou com ela na pequena área, mas Saulo caiu no canto direito e fez a defesa.

E o Botafogo-PB só chegava com seu camisa 10 nas bolas paradas. Em outra falta cobrada da intermediária, desta vez da meia direita, Marcos Aurélio mandou no canto direito de Andrey, que se esticou todo para desviar a redonda pela linha de fundo.

Se o Belo não criava, dependia só das cobranças de falta, o Sampaio Corrêa tentava jogar. E assim conseguiu virar o jogo. Aos 20 minutos, Rodrigo Andrade recebeu pelo meio, abriu com Welder na direita e apareceu no meio da área para receber o passe milimétrico e tocar por cima de Saulo, com categoria, para balançar as redes.

Parecia replay, mas aos 28, Marcos Aurélio cobrou falta da intermediária com perigo, mas o arqueiro adversário caiu no canto direito e agarrou a bola.

Ao fim do jogo, a torcida presente na arquibancada do Almeidão criticou bastante a atuação do time, proferindo xingamentos ao treinador Evaristo Piza. O goleiro Saulo, um dos líderes do grupo, não foi encontrar o restante dos jogadores reunidos no centro do gramado, e foi para o vestiário sozinho, sendo também vaiado.

Com a primeira derrota em casa na Série C, o Botafogo-PB desperdiçou a oportunidade de assumir a vice-liderança. Inclusive, com 16 pontos, o time pode deixar o G4 nesta rodada em caso de vitória do Náutico diante do Imperatriz-MA na segunda-feira. Na décima segunda rodada o Belo visita o Santa Cruz, no Arruda.

O Sampaio Corrêa-MA chegou aos 18 pontos e fica na segunda colocação na tabela. Na próxima rodada a Bolívia Querida recebe o Globo-RN, no Maranhão.

Ficha técnica

Botafogo-PB 1 x 2 Sampaio Corrêa

Campeonato Brasileiro da Série C de 2019 (Grupo A – 11ª rodada)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitagem: Rodrigo Batista Barroso; Lehi Sousa Silva e Leila Naiara Moreira da Cruz. Todos do Distrito Federal.

Cartões amarelos: Marcos Vinicius, Lula, Fred (B); Paulo Sérgio, Welder, Ferreira (S)

Gols: Neuton (B); Roney, Rodrigo Andrade (S)

Botafogo-PB: Saulo, Neilson, Fred, Lula, Neuton; Rogério, Marcos Vinicius, Clayton (Dico), Marcos Aurélio; Kelvin (Enercino) e Felipe Alves (Nando). Técnico: Evaristo Piza.

Sampaio Corrêa: Andrey, Everton, Paulo Sérgio, Odair Lucas, Patrick Calmon (Romano); Ferreira, Lucas Hulk, Rodrigo Andrade; Welder (Esquerdinha), Roney e Salatiel (Ulisses). Técnico: João Brigati.

Fonte: vozdatorcida

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.