Nos pênaltis, Mailson brilha e Sport é campeão pernambucano


Se o torcedor do Sport queria emoção, então foi presenteado com expulsão, virada e decisão nos pênaltis, na Ilha do Retiro, na tarde deste domingo (21 de abril). Após perder por 2 a 1 no tempo normal, o Leão passou mais uma vez por cima do Náutico na final e levantou o 42º título do Campeonato Pernambucano da sua história, além de, finalmente, festejar um caneco em casa após nove anos.

Em quase uma década, o time comemorou três títulos fora dos seus domínios: dois Pernambucanos, um na Arena Pernambuco e outro no Salgueirão, e uma Copa do Nordeste, na Arena Castelão. Já em relação ao clássico contra o Náutico, o Sport não conseguiu manter o tabu de 51 anos sem perder para o Timbu em uma final, porém agora já são 12 títulos em cima do rival após ter passado nas penalidades.

Em campo, o Sport tinha a vantagem do jogo de ida, com vitória por 1 a 0, mas desperdiçou ao levar a virada por 2 a 1 dentro do tempo normal – vale lembrar que ambas as equipes jogaram com um a menos desde os dez minutos do primeiro tempo. Nas penalidades, Mailson pegou duas cobranças e o Sport pôde comemorar o título em casa, com destaque, ainda, para o goleiro Magrão, no banco de reservas: ele se tornou, neste domingo, o maior campeão na história do clube com dez títulos no currículo.

O Sport confirmou o caneco após uma campanha de sete vitórias e duas derrotas, na liderança da competição, atrás justamente do Náutico, com 19 (6V, 1E e 2D). A última conquista estadual do Leão foi em 2017.

Fonte: foxsports

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.