Botafogo-PB volta a vencer o Nacional de Patos e vai decidir o Paraibano com o Campinense

Foto: Nádya Araújo/ Botafogo-PB

Botafogo-PB e Nacional de Patos disputaram, na tarde deste domingo (14), o segundo jogo das semifinais do Campeonato Paraibano de 2019. Em uma partida bastante movimentada, o Belo levou a melhor mais uma vez e venceu por 1 a 0, gol marcado por Clayton.

Precisando vencer para chegar na final, o Naça decepcionou seus torcedores que foram ao estádio Almeidão, pois nos primeiros 45 minutos praticamente esperou o time da Maravilha do Contorno chegar, e isso aconteceu por inúmeras vezes. Na segunda etapa os sertanejos tentaram sair mais para o ataque, mas depois de sua primeira boa chance na peleja veio o castigo botafoguense em forma de gol.

Na sua primeira jogada trabalhada, aos 3 minutos, o Botafogo-PB quase abriu o placar. Dico recebeu de Marcos Aurélio, avançou pela esquerda e tocou para o meio, onde apareceu Paulo Renê batendo de primeira, mas a bola foi por cima do gol.

Dois minutos depois, Rogério pegou a bola na intermediária e bateu com força, de perna direita, e obrigou o arqueiro patoense a se esticar todo para resvalar na bola e mandar pela linha de fundo.

Os donos da casa voltaram a assustar aos 20 minutos. Charles cobrou escanteio da direita, Lula desviou de cabeça, mas a pelota passou do lado direito da meta.

Aos 30, pressão botafoguense. Paulo Renê dominou na entrada da área e passou para Marcos Vinícius, que driblou duas vezes o adversário e bateu de direita, para grande defesa de Geffson. Na sobra, o próprio camisa 8 cruzou de trivela na cabeça de Paulo Renê, que marcou o gol, mas o auxiliar Paulo Ricardo havia assinalado impedimento.

Segundo tempo

No primeiro minuto do segundo tempo o Nacional teve sua primeira oportunidade, e foi muito clara. Jairo avançou em velocidade pela direita, invadiu a área e bateu de pé direito, mas Saulo fez uma defesaça para evitar o gol nacionalino.

Mas o castigo foi doloroso para os patoenses. Aos 3 minutos, Dico rolou para Marcos Aurélio, que bateu da marca do pênalti e Geffson defendeu. No rebote, Paulo Renê tocou para trás e Clayton chutou de pé direito, cruzado, e abriu o marcador no Almeidão.

Dois minutos mais tarde quase saiu o segundo. Israel avançou pela direita e tocou para a meia lua, onde apareceu Paulo Renê, que bateu de esquerda, com força. O arqueiro nacionalino tocou na bola, que explodiu no travessão.

O Nacional de Patos teve boa chance de empatar aos 14 minutos, quando, depois de cobrança de escanteio, Carlão desviou de cabeça e o camisa 1 do Belo, mais uma vez, fez ótima devesa e evitou que sua rede balançasse.

Novamente o Botafogo-PB foi ao ataque e, no mesmo lance, aos 16 minutos, perdeu três chances claras. Marcos Aurélio invadiu a área pela esquerda e tocou para o meio, onde Clayton bateu sem goleiro, mas Ranieri, em cima da linha, salvou. No rebote, Paulo Renê chutou e a bola explodiu em Carlão. Em mais uma sobra, Paulo Renê mais uma vez tentou, mas, da pequena área, bateu de pé esquerdo por cima do gol.

Com a vitória por 1 a 0 e o placar agregado de 3 a 1, o Botafogo-PB final do estadual contra o Campinense. A primeira partida será na próxima quarta-feira (17), às 21h45, no estádio Amigão. A grande decisão será na terça-feira, dia 23, em João Pessoa.

Ficha técnica

Botafogo-PB 1 x 0 Nacional de Patos (agregado 3 x 1)

Campeonato Paraibano de 2019 (2º jogo das semifinais)

Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitragem: Rodrigo Batista; Ruan Neres e Paulo Ricardo

Cartões amarelos: Lula, Charles, Clayton, Júnior (B); Aldry, Jaildo, Ranieri (N)

Gols: Clayton (B)

Botafogo-PB: Saulo, Israel, Lula, Donato, Charles; Rogério, Marcos Vinicius (Carlão), Clayton, Marcos Aurélio; Dico (Rafael Ibiapino) e Paulo Renê (Júnior). Técnico: Evaristo Piza.

Nacional de Patos: Geffson, Aldry (Biro Biro), Ranieri, Carlão, Zé Aquiraz; Jaildo, Curuka (Reydson), Ciel (Mateuzinho), Fábio Neves; Isaías e Jairo. Técnico: Delany Nóbrega.

Fonte: vozdatorcida

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.