Funcionária do Botafogo-PB nega assédio de Netinho; clube estuda manter o jogador

Para o Belo o caso está encerrado, após o depoimento da funcionária do clube garantir que o jogador não tentou assediá-la na Maravilha do Contorno

Foto:Reprodução

Na contramão do bom momento vivido dentro de campo, fora dele o Botafogo-PB esteve mais uma vez nas páginas policiais, nesse sábado. É que o meia Netinho chegou com sintomas de embriaguez ao clube e, claro, isso não pegou bem. A questão mais séria é que o jogador também estava sendo suspeito de ter assediado uma funcionária do clube. Essa informação, no entanto, foi desmentida pela própria funcionária, em depoimento à polícia realizado nesta segunda-feira(4).

De acordo com seu testemunho, o meia, de 25 anos, que está na sua segunda temporada pelo clube paraibano, é tido como um filho para ela. A funcionária trabalha no setor de limpeza e cuida das roupas dos jogadores. Segundo a mulher, de 59 anos, o jogador não foi desrespeitoso com ela nenhuma vez, nem no sábado, quando chegou ao Centro de Treinamento da Maravilha do Contorno com sintomas de embriaguez.

Ainda em seu depoimento, a funcionária disse estar revoltada com a veiculação da notícia do suposto estupro, nas redes sociais, e que, provavelmente, esse “boato tem a intenção de prejudicar o clube e o jogador”.

Após o depoimento, o Botafogo-PB lançou uma nota oficial sobre o caso. Nela, o Belo entende que o jogador, por ter chegado com sintomas de embriaguez, se reapresentou no clube com um “comportamento inadequado”. O time ainda afirmou que, para a instituição, o caso está encerrado.

Netinho não teve oportunidades esse ano — Foto: Nádya Araújo/Botafogo-PB

Por conta do depoimento da funcionária, o Botafogo-PB agora estuda manter o jogador no elenco, ao contrário do que tinha dito anteriormente, ao confirmar que o meia seria dispensado. A reportagem do GloboEsporte.com entrou em contato com o presidente do Botafogo-PB, Sérgio Meira, e, segundo ele, a questão está totalmente esclarecida.

- Apuramos e, já que não foi da forma como foi divulgada em alguns lugares, estamos revendo a situação. Estamos tentando administrar a situação. Vamos definir ainda, mas temos a intenção de ajudar o atleta - explicou o dirigente.

Netinho chegou ao clube em 2018, após se destacar no Nacional de Patos em 2017. Acabou sofrendo uma séria lesão no joelho e ficou afastado na maior parte da temporada passada. Neste ano, não teve chances ainda com o técnico Evaristo Piza em jogos oficiais.

Fonte: globoesporte

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.