Diá diz ter recebido sondagem do Sampaio Corrêa, mas garante que segue no Campinense

Técnico comandou o time maranhense em 2017 e em 2018 e retornou à equipe paraibana no fim da temporada passada. A Bolívia demitiu Flávio Araújo recentemente e busca um substituto

O técnico Francisco Diá, do Campinense, revelou na tarde desta terça-feira que recebeu sondagem do Sampaio Corrêa para voltar a comandar o time maranhense. O treinador, no entanto, garantiu que vai permanecer na Raposa, que lidera o Grupo B do Campeonato Paraibano e estreia nesta quarta-feira na Copa do Brasil, contra o Botafogo. Enquanto isso, a Bolívia é vice-líder do Campeonato Maranhense, vai mal na Copa do Nordeste e recentemente demitiu Flávio Araújo do comando técnico da equipe.

Francisco Diá diz ter propostas, mas garante permanência no Campinense — Foto: Samy Oliveira / Campinense

Diá esteve à frente do Sampaio nas duas últimas temporadas. Em 2017, ele chegou em meio ao Campeonato Maranhense e levou o time ao título estadual; no segundo semestre, comandou a equipe no acesso à Série B do Brasileirão. Foi mantido para 2018, mas ficou apenas até o mês de maio, quando foi demitido após vencer apenas um dos cinco primeiros jogos na 2ª divisão nacional.

- Quando você faz uma campanha como eu fiz no Sampaio Corrêa e tem saída de treinador, tem aquela especulação por parte do torcedor, da imprensa, de alguns dirigente, que pedem. Mas a gente está passando um momento bom no Campinense e nosso desejo é continuar. É claro que eu recebi uma sondagem depois que o nosso amigo Flávio Araújo, mas, no momento, eu optei por ficar no Campinense. Eu tinha outras propostas, mas o meu compromisso é ficar por aqui - explicou Diá durante entrevista coletiva.

Diá comandou o Sampaio Corrêa em 2017 e 2018 — Foto: Lucas Almeida / L17 Comunicação

Foi no fim da temporada passada que o treinador retornou ao Campinense, clube com o qual tem bastante identificação. Na Raposa, assumiu as missões de buscar o título paraibano, trabalhar para uma campanha pelo menos razoável na Copa do Brasil e tentar o acesso à Série C do Brasileiro no segundo semestre.

Quanto à situação do Sampaio Corrêa, o clube demitiu há dois dias o treinador Flávio Araújo, que comandou o time em apenas sete jogos, com duas vitórias, dois empates e três derrotas. Assim, é evidente a busca do clube por um novo profissional para assumir o comando técnico da equipe, que é vice-líder do Campeonato Maranhense, mas vice-lanterna do Grupo A da Copa do Nordeste.

Fonte: globoesporte

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.