Com desfalques, treinador do Sousa mantém mistério sobre time que enfrentará o Campinense

Foto: Fabiano Sousa/ Voz da Torcida

Embalado no Campeonato Paraibano, onde vem de três vitórias nos últimos três jogos, além de manter a invencibilidade nas cinco rodadas que passaram, o Sousa se prepara para enfrentar um jogo duro, no fim de semana.

Pela sexta rodada, o Dinossauro vai enfrentar o Campinense, no Amigão, no domingo (17), e quer seguir com os resultados positivos para se manter com folga na vice-liderança do Grupo A. O time sertanejo tem 11 pontos, dois a mais que o Nacional de Patos, terceiro colocado.

O treinador Roberto Carlos exaltou o momento vivido pelo seu time e, mesmo sabendo que a tarefa será complicada em Campina Grande, acredita que pode voltar para casa com um bom resultado na bagagem.

– O momento é maravilhoso. Enfrentar o Campinense, em qualquer local que seja, é muito difícil. Com todo respeito ao adversário, sabemos que temos qualidade e condições de buscar o resultado positivo, que é o que interessa pra gente – disse.

Em caso de revés, o Dino pode cair na tabela de classificação e ser ultrapassado pelo Nacional de Patos, que visita o CSP no sábado (16). O comandante alviverde destacou a boa briga que vem acontecendo no seu grupo na busca por uma vaga na semifinal.

– A chave A tem uma briga muito acirrada. Só o Botafogo-PB está mais a frente. A gente espera estar feliz no domingo, que os atletas estejam concentrados para fazer um bom jogo – afirmou.

A semana cheia de trabalho foi importante para que Roberto Carlos buscasse solucionar alguns problemas. Ele não vai poder contar com o atacante Testinha, que cumprirá suspensão automática, e o meia Willian Bersan, um dos principais jogadores do Sousa no estadual, que se lesionou e vai ficar um grande período fora de combate.

– Testinha tomou o terceiro cartão, Bersan vai ficar fora uns trinta ou quarenta dias. Temos um grupo reduzido, mas bom, e quem entrar vai render o máximo possível para ajudar a equipe do Sousa. Se eu falar o que preparamos, vamos passar para o Diá, que é um cara muito esperto. A gente trabalhou bem, os atletas absorveram o que foi pedido – concluiu.

Fonte: vozdatorcida

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.