Botafogo-PB joga melhor, vence a primeira no Nordestão e acaba com a invencibilidade do Fortaleza

Jogando em casa, no Almeidão, o Belo marcou o único gol da partida já aos 44 minutos do segundo tempo e, depois de dois empates, consegue sua primeira vitória. Já o Leão, após uma vitória e um empate, perde pela primeira vez

Botafogo-PB e Fortaleza se enfrentaram na tarde deste sábado, no Almeidão, em João Pessoa, pela terceira rodada da Copa do Nordeste. Até então, os paraibanos ainda não haviam vencido na competição. E os cearenses ainda não haviam perdido. Mas, ao fim dos 90 minutos, essas escritas foram riscadas. O time da casa jogou mehor e, com um gol marcado já aos 44 minutos do segundo tempo, venceu por 1 a 0, conquistando seu primeiro triunfo no Nordestão e quebrando a invencibilidade do Leão do Pici.


O início do jogo no Almeidão mostrou um Fortaleza ficando mais com a bola e um Botafogo-PB meio inoperante. Até que os donos da casa foram assumindo o comando da partida e jogaram melhor. Primeiro Nando tentou, mas mandou para fora pelo lado alvinegro. A resposta do Tricolor foi com um cabeceio venenoso de Júnior Santos, que Saulo foi buscar numa excelente defesa, evitando um gol certo. Aí Nando apareceu novamente e, desta vez, foi o goleiro do Leão, Boeck, quem apareceu para defender bem. Os botafoguenses foram intensificando o volume de jogo e rondando mais a área do adversário, mas a rede não balançou até a chegada do intervalo da partida.


Com o início da segunda etapa, vieram as substituições. No Fortaleza, por exemplo, Rogério Ceni fez duas logo de cara. E o futebol apresentado foi bem parecido com o do primeiro tempo, com o Botafogo-PB mais senhor de suas ações e o Fortaleza buscando espaços, mas aparentemente sem pressa. E, mesmo com uma aparente apatia, o Tricolor levou perigo com Júnior Santos, que fez jogada individual, saiu na cara do gol e bateu de esquerda, dando um susto na defesa botafoguense. Mas foi aos 44 que a emoção explodiu. Fábio Alves cobrou falta para o Belo, com força, rasteiro. Boeck não conseguiu segurar e deu rebote no pé de Rogério. O volante alvinegro passou para Paulo Renê, que entrara em lugar de Nando, e o atacante tocou para o gol vazio, marcando o gol da vitória, a primeira do seu time no Nordestão.


Fonte: globoesporte

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.