Atacante de origem, Saldanha começa a ficar à vontade na lateral do Treze: "Não é tão difícil"

Atleta vinha entrando no decorrer das partidas, improvisado pelo lado direito. No último jogo, contra o CSP, entrou desde o começo e atuou durante os 90 minutos

Titular na vitória do Treze diante do CSP por 3 a 0 na última segunda-feira, o atacante Saldanha deve garantir vaga no time titular, mas jogando na lateral direita. O jogador foi improvisado na posição algumas vezes e vinha entrando no decorrer dos jogos. O seu desempenho acabou agradando o treinador alvinegro, Maurílio Silva, que o testou logo de início na partida contra o Tigre, e ele ficou em campo durante os 90 minutos.

Saldanha atuou 90 minutos diante do CSP — Foto: Ramon Smith / Treze

Contratado no início da temporada, Saldanha chegou ao Galo com expectativa de ajudar lá na frente. Mas, desde que se integrou ao grupo, o jogador não teve oportunidades de atuar no setor. Isso porque a comissão técnica alvinegra estava com carências no setor defensivo e viu no atacante características que podiam fazê-lo ajudar o time lá atrás.

No momento, o elenco alvinegro conta com apenas um jogador de ofício para a posição de lateral-direito: Diego Superti; mas ele foi muito mal nas oportunidades que teve e vem recebendo muitas críticas por parte da torcida. Por conta do mal desempenho do antigo titular, Maurílio já vinha colocando Saldanha para atuar na posição durante o decorrer das partidas. O atacante entrou na lateral direita nos dois primeiros jogos do Galo no Campeonato Paraibano: contra o Esporte de Patos, ele entrou aos 14 minutos do segundo tempo; e contra o Atlético-PB, foi para o campo aos 33 minutos do primeiro. Já na última segunda-feira, contra o CSP, o atacante fez a sua primeira partida como titular. Sempre na vaga do contestado Diego Superti.

Mesmo sendo atacante, e, teoricamente tendo dificuldades na marcação, o atacante tem se adaptado bem na nova função. Para lidar com algumas situações de jogo, como a de precisar voltar para fechar a linha de defesa e acompanhar os atacantes adversários até a linha de fundo, o jogador tem contado com a ajuda de companheiros, que o têm orientado defensivamente. E ele confirma que já está se sentindo mais à vontade na posição.

- Eu joguei poucos jogos na lateral. A dificuldade é só um pouco de fechar a linha de defesa, acompanhar o atacante de lado. Tem que marcar um pouquinho mais, mas não é muito difícil. É importante a comunicação com os zagueiros, Brumati e Léo, com os volantes, Juninho e Coppetti. Não tem mistério: é defender para depois atacar. Quando tiver oportunidade para atacar, concluir a gol ou fazer cruzamento para ajudar a equipe.

Após bom desempenho no último jogo, Saldanha deve ser mantido na equipe titular do treinador Maurílio Silva, que encara a Perilima neste fim de semana. E, mesmo jogando como visitante, o Alvinegro deve se sentir em casa.

- É um jogo em que a Perilima será mandante, só que estamos em casa (se referindo ao fato de o jogo ser no Amigão, em Campina Grande). Nós temos que aproveitar essa oportunidade de fazer o resultado em casa.

O Treze enfrenta a Perilima no domingo, às 16h, no Estádio Amigão, em confronto válido pela quarta rodada do Campeonato Paraibano.

Fonte: globoesporte

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.