Após publicar súmula, FPF divulga nota sobre polêmicas de Sousa x Campinense

Um dia depois de publicar em seu site oficial a polêmica súmula da partida Sousa 1 x 1 Campinense, que fechou a primeira rodada do Paraibano 2019 no último domingo (13), a FPF divulgou nota, assinada pela presidente Michele Ramalho, informando que todos os fatos registrados no Marizão serão denunciados à Justiça Desportiva estadual (TJDF-PB).

Segundo o relato do árbitro sergipano Eloane Gonçalves, que trabalhou no jogo, o quarteto de arbitragem e o dirigente da FPF, Otamar Almeida, foram agredidos verbalmente e até fisicamente.

No documento, ele afirma que ao chegarem nos vestiários do estádio sousense, os quatro apitadores se depararam com os seus pertences violados, e que todos tiveram que deixar o local escoltados pela Polícia Militar.

Leia a íntegra da nota divulgada nesta terça-feira (15) pela FPF e logo depois confira a súmula da partida.

Nota

O Futebol Paraibano está vivendo uma nova realidade e a Federação Paraibana de Futebol não vai admitir comportamentos como os ocorridos no jogo do último domingo (13/01/2019) em Sousa.

Este tipo de prática deve ficar no passado e, para reafirmar o compromisso de mudar a realidade do Futebol da Paraíba com base nos pilares da legalidade, transparência, impessoalidade e moralidade, a FPF dará conhecimento formal dos fatos ocorridos à Justiça Desportiva, a fim de que ela tome as providências que entender cabíveis.

A Federação reforça que qualquer divergência quanto às decisões dos árbitros em campo deve ser levada aos órgãos competentes.

Este é o comportamento que se espera de todos os dirigentes de Clubes de Futebol da Paraíba. Caso seja identificado algum erro por parte da arbitragem, a FPF será a primeira a intervir.

A entidade reafirma que o Futebol do Estado está vivendo um novo momento e, exatamente por este motivo, o Campeonato deste ano conta com a arbitragem vinda de outras Federações, em um movimento de mudança e moralização, ao mesmo tempo em que investe na renovação do quadro Arbitral do nosso Estado.

Michelle Ramalho – Presidente da FPF



Fonte: paraibaonline

Publicidade

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.