Reprovado em artes, aprovado no futebol


Espontâneo como sempre, Richarlison revela situação vivida na infância, quando o próprio tio não passou de ano no colégio

Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Richarlison já deu inúmeras entrevistas falando sobre seu passado de superação, com uma infância pobre e de muita luta. No entanto, nesta quarta-feira (14), na entrevista coletiva realizada no CT do Arsenal, ele contou uma história inédita que nem o próprio conseguiu segurar a gargalhada.

Quando ainda era criança, Richarlison mantinha o foco no futebol. Um dos motivos alegados por ele é porque era uma das atividades onde se dava melhor. Como aluno, por exemplo, não ia muito bem. E foi justamente a situação que contou para exemplificar isso que tirou todos do sério.

- Para vocês terem uma ideia, teve um ano em que eu reprovei em artes. O pior é que o professor era meu tio. Achava que por ser da família ele ia me aliviar, mas não teve jeito, tive que fazer aquela série toda de novo - contou.

O estilo espontâneo e despojado costuma ser a marca de suas entrevistas. Inclusive quando ele fala se assuntos sérios, como quando explicou a sua relação com o técnico Marco Silva, do Everton, seu clube na Inglaterra.

- Outro dia fiquei mais de 40 minutos na salinha dele vendo o que tinha de melhorar. O Campeonato Inglês exige cortar linha de passe. E estou aprendendo inglês. Ele (Silva) não fala mais em português, só em inglês. 

Degrau por degrau, Richarlison vai construindo uma carreira sólida. Saiu do América-MG para o Fluminense, de lá foi para o Watford e agora vesta a camisa do Everton. Tem sido convocado constantemente para a Seleção Brasileira rapidamente conquistou a simpatia do grupo de jogadores. Por onde passa, ele deixa saudades e amizades, as quais faz questão de valorizar a todo momento.

- Logo no primeiro dia eu levei um quadro de presente para ele (Abel Braga, seu técnico nos tempos de Fluminense). Sou grato, ele me levantou no Fluminense, me colocou para jogar logo que chegou. Converso com ele pelas redes sociais - disse ele, que também elogiou Givanildo Oliveira, que acaba de retornar ao América-MG.

CBF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.