Cássio e Fagner analisam temporada 2018


Jogadores também falaram sobre despedidas de Danilo e Emerson Sheik


Após o empate em 0 a 0 com a Chapecoense, jogadores e profissionais de comissão técnica do Timão se reapresentaram na manhã desta terça-feira (27), no CT Dr. Joaquim Grava. Depois do primeiro treinamento para o último jogo do ano, o goleiro Cássio e o lateral direito Fagner concederam entrevista coletiva e analisaram a temporada corinthiana.

“Não pode falar de quem saiu, quem foi, mas faz diferença, fazem falta. Teve mudança. Em 2016 teve isso e em 2017 demos resposta boa. Foi pouco para o Corinthians. Fizemos um Brasileiro bem abaixo, mas foi um ano bom, com um título, uma final de Copa do Brasil, não foi um ano ruim. O Brasileiro sim, principalmente o segundo turno. Temos que tirar aprendizados disso para melhorar. Olhar para si, ver o que podemos evoluir, e olhar o conjunto”, disse Cássio.

“Acredito que o ano começou muito bom e na sequência da parada para Copa algumas mudanças, que geram tempo de adaptação. Estávamos em outras competições também e consequentemente você fica sem resultados no Brasileiro, avança na Copa do Brasil, mas sem pontuar fica numa situação delicada no Brasileiro. Em 2016 foi assim também, as trocas não foram boas para o clube. Esse foi um ano difícil pelas saídas, mas como o Cássio fala, temos responsabilidade também. Agora é refrescar a cabeça, ver o que se pode melhorar e voltar com força máxima”, comentou Fagner.

Durante a entrevista, os dois jogadores também falaram sobre as despedidas de outros dois grandes ídolos corinthianos: Danilo e Emerson Sheik.

“Duas referências, caras que me ajudaram quando eu cheguei, me ajudaram dentro e fora de campo, desejo todo sucesso, ao que o Sheik for fazer e ao Danilo no novo clube. Espero que não faça gols contra mim (risos). Currículo vitorioso. E aproveitando, respeito muito o Jefferson que se aposentou, um cara que tenho um respeito enorme, que sempre foi referência como pessoa a atleta. Que tenha muito sucesso nesta nova jornada dele”, declarou Cássio.

“Sheik encerrando uma carreira vitoriosa, Danilo acabando um ciclo da vida dele. Vamos sentir falta dos dois atletas, companheiros, e desejar todo sucesso nesta nova caminhada. Uma hora vai chegar para todo mundo esse momento, ficamos tristes de perdê-los, mas felizes pela nova caminhada”, falou Fagner.

Antes de finalizar, Cássio e Fagner falaram sobre outro fato muito especial na temporada: a disputa da Copa do Mundo FIFA Rússia 2018, com a Seleção Brasileira comandada pelo técnico Tite.

“Realizei um sonho, entramos para um grupo seleto que chegaram a uma Copa, estar com a família lá, com pessoas que nos ajudaram. Somos gratos ao Corinthians, às pessoas que nos ajudaram no clube. Não dá para explicar jogar uma Copa do Mundo, representar seu país é algo que não de descreve. Fiquei muito feliz de poder fazer parte. Copa América depende de muita coisa. Começar a mil ano que vem e se for convocado, ir lá para fazer o melhor”, completou Cássio.

“Ano especial, chance de ir a uma Copa, um marco para todo atleta, representar o país na maior competição do esporte, tive oportunidade de jogar, tenho que só agradecer a Deus todos os dias, ao Corinthians, ao Departamento Médico, ao Caio Mello que me ajudou, à minha esposa, quando machuquei e fiquei na incerteza, de me ligar a falar que não ia ser nada. Essas pessoas e a instituição que estou hoje me deram uma chance impagável, ver meus filhos na Rússia torcendo. Emocionante, uma coisa que vou guardar para o resto da vida. Agora é trabalhar e quem sabe voltar um dia, será fantástico”, finalizou Fagner.

Despedida da temporada 2018

Neste domingo (02/12), às 17h, o Corinthians faz o último jogo na temporada 2018. Em Porto Alegre, o Timão enfrenta o Grêmio na Arena Grêmio pela 38ª – e última – rodada do Campeonato Brasileiro.

Corinthians

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.