Atestado de artilheiro! Com 15 gols marcados, Nando é o goleador do futebol paraibano na temporada


Ex-camisa 9 do Belo foi quem mais marcou gols no estado em 2018, se destacando no Paraibano e na Série C. Lista também leva em conta as demais competições dos clubes da Paraíba em 2018

Foto:Nádya Araújo/Botafogo-PB

Com o encerramento da edição 2018 do Campeonato Paraibano da 2ª divisão, a temporada profissional do futebol do estado chegou ao fim. Como de costume, além dos estaduais da elite e da Segundona, a Paraíba também participou da Copa do Brasil, da Copa do Nordeste e dos Campeonatos Brasileiros das Séries C e D. Com tanta bola rolando do Litoral ao Sertão, os goleadores estiveram afiados, mas apenas um ficou com a artilharia isolada ao fim do ano. E foi justamente o camisa 9 do clube campeão da 1ª divisão. Com a camisa do Botafogo-PB, o atacante Nando marcou 15 gols e, além de ter sido o artilheiro do estadual, encerra 2018 como o goleador máximo na Paraíba.

Ninguém marcou mais gols que Nando no futebol paraibano em 2018 — Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com

Ao todo, Nando participou de 39 partidas com a camisa botafoguense, guardando 15 tentos, sendo 10 no Campeonato Paraibano e outros 5 na disputa da Série C. Inclusive, o camisa 9 encerrou a terceira divisão em alta, mas isso não foi motivo nem para o Botafogo-PB renovar o seu contrato, muito menos para o jogador cair nas graças da torcida, convivendo com altos e baixos ao longo da campanha.

Companheiro de Nando ao longo da jornada em 2018, o meia Marcos Aurélio foi o segundo maior goleador da Paraíba na temporada. O camisa 10 alvinegro balançou as redes adversárias em 14 oportunidades, sendo 6 no Paraibano, 6 na Série C e outras 2 na Copa do Nordeste.

Diferente de Nando, Marcos Aurélio foi o grande destaque do Belo na temporada, sendo muito elogiado pela torcida ao longo do ano. No entanto, o fim de campanha na Série C foi melancólico, com direito a duas penalidades despediçadas nos jogos do acesso diante do Botafogo-SP. As falhas e, consequentemente, a eliminação do Botafogo-PB fizeram os torcedores questionarem o futebol do meia. Porém, apesar das críticas, ele permanece na Maravilha do Contorno em 2019.

Marcos Aurélio foi o maestro do Botafogo-PB na temporada e também foi goleador, anotando 14 gols ao longo do ano — Foto: Nádya Araújo/Botafogo-PB

O terceiro goleador na Paraíba em 2018 é um velho conhecido do futebol brasileiro. Trata-se de Marcelinho Paraíba, que defendeu as cores do Treze e da Perilima na temporada. Pelo Galo da Borborema, o experiente meia iniciou o ano de forma conturbada, com direito a uma estreia tardia no Campeonato Paraibano pelo Alvinegro de Campina Grande somada a uma isquemia, um princípio de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Passada a turbulência, Marcelinho Paraíba ainda se recuperou a tempo de disputar a reta final do estadual, marcando 1 gol. Mas foi na Série D que o jogador se destacou, marcando 4 gols e sendo um dos protagonistas na campanha de acesso do Treze à terceira divisão nacional.

Marcelinho Paraíba viveu um 2018 bem movimentado, com direito a dois acessos, um pelo Treze na Série D e outro pela Perilima na Segundona do Paraibano — Foto: Ramon Smith/Treze

Após o vice da quarta divisão pelo Galo, o meia surpreendeu e fechou com a Perilima para disputar a 2ª divisão na Paraíba. Com a Águia de Campina, Marcelinho foi crucial ao devolver a equipe para a elite da Paraíba após 11 anos, marcando 7 gols, totalizando 12 na temporada e ajudando o time a se consolidar como dono do melhor ataque da competição.

Marcelinho Paraíba divide a posição com Ebinho, que disputou a temporada no futebol paraibano pela Desportiva Guarabira, no primeiro semestre, e, mais recentemente, pelo São Paulo Crystal. O jogador foi o artilheiro da Segundona estadual, pelo Tricolor de Cruz do Espírito Santo, marcando 9 gols.

Completando a lista dos cinco primeiros, está um dos jogadores que, junto com Ebinho, foi destaque na 2ª divisão estadual. Manu, vice-artilheiro da competição junto com Marcelinho Paraíba, com 7 gols, ajudou a Perilima a conquistar o acesso, e encerra 2018 com 10 gols. Isso porque, antes de defender a Águia de Campina, o atacante atuou no Nacional de Patos, marcando 3 vezes pelo clube sertanejo.

Ebinho foi o artilheiro da Segundona do Paraibano, marcando 9 vezes pelo São Paulo Crystal — Foto: Edgley Lemos/GloboEsporte.com

Veja a classificação geral da artilharia do futebol paraibano em 2018:

15 gols:
Nando (Botafogo-PB)
14 gols: 
Marcos Aurélio (Botafogo-PB)
12 gols:
*Ebinho (Desportiva Guarabira e São Paulo Crystal)
Marcelinho Paraíba (Treze e Perilima)
10 gols:
Manu (Nacional de Patos e Perilima)
7 gols:
Biro Biro (Auto Esporte e São Paulo Crystal)
Cesinha (Nacional de Patos e Perilima)
6 gols:
Enercino (Esporte de Patos)
Talisson (Femar)
Ruan (Esporte de Patos e Nacional de Patos)
Silva (Nacional de Patos eTreze)
5 gols:
Dico (Botafogo-PB)
Jó Boy (Atlético-PB e Esporte de Patos)
Mário Sérgio (Botafogo-PB) 
4 gols:
Allan Dias (Botafogo-PB)
Denilson (Campinense)
Denilson (Femar)
Diego Neves (Sousa)
Lúcio Curió (Nacional de Patos)
Max Samurai (Treze)
Muller Fernandes (Campinense)
Sillas (Perilima)
Rafael Ibiapino (Serrano-PB)
Rodrigo Silva (Campinense)
3 gols:
Alef (Atlético-PB)
Araújo (Serrano-PB)
Bruno (Atlético-PB)
Ceará (Treze)
Clayton (Botafogo-PB)
Dedé (Treze)
Erick (Confiança de Sapé)
Gianotti (Sousa)
Hélio Paraíba (CSP)
Ivan (Desportiva Guarabira e Esporte de Patos)
Kalel (Nacional de Pombal)
Leandro (CSP e São Paulo Crystal)
Leandro Love (Treze)
Lucas Prado (Internacional-PB)
Lucas Silva (Perilima)
Lula (Botafogo-PB)
Raimundinho (Auto Esporte)
Tarcísio (Campinense) 
Willian Goiano (Campinense) 
2 gols:
Anderson Cruz (Internacional-PB)
Carioca (CSP)
Carlos Copetti (Treze)
Carlos Renato (Botafogo-PB)
Cleitinho (Atlético-PB)
Danillo Bala (Campinense)
Erik (Spartax)
Eriquinho (Confiança de Sapé)
Esquerdinha (Sousa)
Fábio (Confiança de Sapé)
Filipe Ramon (Perilima)
Gleidson (Sousa)
Henrique (CSP)
Hiroshi (Botafogo-PB)
Iggor (Sabugy)
Isaías (São Paulo Crystal)
João Lucas (Confiança de Sapé)
Jorge Mauá (Atlético-PB)
José Augusto (Confiança de Sapé) 
Leilson (Treze)
Luiz Paulo (Internacional-PB)
Rafael Castro (Botafogo-PB)
Saulo (Atlético-PB)
Marcinho (Campinense)
Mailson (Sport-PB)
Morcego (Auto Esporte e Femar)
Netinho (Botafogo-PB)
Ranieri (Sport-PB)
Reinaldo Alagoano (Treze)
Rogério (Femar)
Thiago Potiguar (Campinense)
Vitor Caicó (Nacional de Patos e São Paulo Crystal)
1 gol:
Anderson (Perilima)
Anderson (Nacional de Pombal)
Agabo (Spartax)
Alex Murici (Campinense)
Aleff (Desportiva Guarabira e Sport-PB)
Anderson (Desportiva Guarabira)
Beleu (Treze)
Bergh (Sabugy)
Beto (Campinense)
Brumati (Treze)
Chico Paraíba (Picuiense)
Chiquinho (Sport-PB)
Dan (Campinense)
Deda (Nacional de Pombal)
Douglas (Spartax)
Duílio (Atlético-PB)
Dú (Esporte de Patos)
Edinho (Sabugy)
Edinho Canutama (Treze)
Edson Pitibull (Atlético-PB)
Eduardo (Campinense)
Eduardo (Esporte de Patos)
Fábio (CSP)
Fábio Neves (Treze)
Felipe (Spartax)
Fillipi Pires (Esporte de Patos)
Gladstone (Botafogo-PB)
Guídeo (Nacional de Patos)
Gustavo (Sport-PB)
Iggor (Sabugy)
Izaías (Serrano-PB)
Jackinha (Campinense)
Jandyr Balotelli (Auto Esporte)
Jé (Auto Esporte)
Jean Carlo (Campinense) 
Jeferson (São Paulo Crystal)
Jefferson (Internacional-PB)
Jó (São Paulo Crystal)
Joalisson (Desportiva)
Jonathan (Sousa)
Jorginho (Campinense)
José Cláudio (Queimadense)
José Vinícius (Internacional-PB)
Júlio Barboza (Treze)
Juninho (Botafogo-PB)
Kairo (Nacional de Pombal)
Leandro Kivel (Botafogo-PB)
Léo (Esporte de Patos)
Léo Lima (Auto Esporte)
Leonardo Luiz (Treze)
Luanderson (Nacional de Pombal)
Lucas Piauí (Perilima)
Ieures (Esporte de Patos)
Igor (Spartax)
Ítalo (Auto Esporte)
Ítalo (Treze)
Maceió (São Paulo Crystal)
Mateuzinho (Nacional de Pombal)
Matheus (Picuiense)
Mazinho (Botafogo-PB)
Michael (Esporte de Patos)
Moisés (Desportiva)
Neto (Campinense)
Raí (Nacional de Pombal)
Rafael Araújo (Campinense) 
Rafael Jataí (Botafogo-PB)
Rafael Jensen (Campinense) 
Ramon Reis (Sousa)
Reinaldo (Esporte de Patos)
Renan (Atlético-PB)
Renilson (Serrano-PB)
Rodrigo Poty (Sousa)
Tiago Mandi (Campinense)
Samuel (Serrano-PB)
Victor (Sport-PB)
Vinícius (Spartax)
Vitinho (Treze)
Vitor (Sabugy)
Walber (Botafogo-PB)
Wanderson (Esporte de Patos)
Watson (Treze)
Xuxa (Nacional de Patos)

*Na partida entre Spartax x São Paulo Crystal, válida pela terceira rodada do Grupo do Litoral, o único gol do jogo foi marcado pelo atacante Ebinho, camisa 9 do Tricolor de Cruz do Espírito Santo, aos 39 minutos do primeiro tempo. No entanto, a súmula disponibilizada pela Federação Paraibana de Futebol (FPF) indica que o gol foi marcado por Isaías, camisa 8,apenas comemora com o verdadeiro autor do gol.

globoesporte.globo

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.