Aldyr Schlee, o homem que criou a camisa da Seleção Brasileira


Brasil perde, aos 83 anos de idade, criador da camisa verde e amarela, que se tornou um símbolo mundial


A camisa da Seleção Brasileira é um dos símbolos mais conhecidos em todo o mundo. O amarelo ouro de nosso uniforme poderia ser reconhecido em qualquer partida ou pelada em cada canto do planeta. É nossa unidade, nosso cartão de visitas para o mundo. Nesta quinta-feira,(15) nós perdemos o idealizador da Amarelinha, como ficou carinhosamente conhecida pela torcida brasileira. Aos 83 anos de idade, Aldyr Schlee nos deixou, mas sua criação mais famosa será sempre parte do povo brasileiro.

Após a Copa do Mundo de 1950, a Confederação Brasileira de Desporto organizou um concurso para escolher a nova camisa da Seleção Brasileira. Até então, o Brasil jogava de camisas brancas com detalhes em azul. O modelo proposto por Schlee foi o grande vencedor e acabaria se eternizando como o manto da Seleção mais vitoriosa do futebol mundial.

A estreia da camisa amarela foi nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1954. E já começou dando sorte. Em Santiago, o Brasil visitou o Chile e venceu por 2 a 0, com dois gols de Baltazar, o Cabecinha de Ouro.

De lá para cá, a Amarelinha acompanhou a Seleção Brasileira em glórias sem fim. Quatro dos cinco títulos mundiais vieram com o Brasil de amarelo, assim como o ouro olímpico e tantas conquistas sul-americanas. A camisa amarela faz parte do imaginário do povo brasileiro e nós devemos isso a Aldyr Schlee.

CBF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.