Presidente garante volta de Jhonnatan sem custo extra para Náutico


Jogador, que vai sair da folha de pagamento do CSA, segue recebendo valor acertado com Timbu até o fim do ano

Jhonnatan foi um dos destaques do Náutico na Série C — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Um dos jogadores emprestados pelo Náutico para terminar a temporada em atividade, o volante Jhonnatan não conseguiu jogar pelo CSA na Série B do Campeonato Brasileiro e foi devolvido para o clube alvirrubro, mas não vai gerar nenhum custo extra para o Timbu neste final de 2018. Isso porque a diretoria já tinha um acordo para pagar um valor ao jogador até o fim da temporada e o seu salário com o time alagoano era um extra.

- A gente fez um acordo com ele na renovação que pagaríamos um valor X para ele até o final do ano. Isso independentemente do que ele receberia no CSA - contou o presidente do Náutico, Edno Melo.

Jhonnatan agora está marcado para se reapresentar no clube no início de dezembro, quando começam os treinamentos visando o ano de 2019.

- Ele é um atleta nosso, que tem contrato até o final de 2019 e irá se reapresentar normalmente em dezembro. É bom destacar que o CSA sabia de toda a situação do atleta e se optou por não seguir com ele é uma questão deles. Ele se reapresenta normalmente e seguirá conosco

Entenda o caso

Jhonnatan foi apresentado pelo CSA no início de setembro — Foto: Eduardo Vieira/CSA

Jhonnatan renovou o seu contrato com o Náutico logo após a eliminação na Série C e em seguida foi emprestado ao CSA. Em Maceió, no entanto, não conseguiu jogar. O clube alagoano se mostrou temeroso de que ele pudesse disputar uma nova competição nesta temporada.

Ele foi anunciado pelo Azulão no dia 3 de setembro, após a eliminação do Timbu da Série C do Brasileiro. Mas uma insegurança jurídica fez com que a diretoria azulina optasse em devolver o jogador ao clube de origem. Neste ano, Jhonattan esteve na Portuguesa-RJ, Santa Cruz-RN e Náutico antes de se traferir para o time do Mutange.

O CSA inscreveu o jogador no Boletim Informativo Diário (BID) e, mesmo com a resposta positiva da CBF, liberando atleta para ir a campo, a diretoria alagoana preferiu evitar qualquer problema que pudesse causar perda de pontos na Série B. Ele chegou a ser relacionado, mas não entrou em campo para defender o Azulão.

globoesporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.