Henrique, o capitão 'mineirinho' do Cruzeiro


Com mais de nove anos de Cruzeiro, meia faz o trabalho sujo para deixar que os jogadores da frente brilhem

Créditos: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Dizem que o típico "mineirinho" é aquele cara que come pelas beiradas, e, de um jeito discreto, consegue alcançar seus objetivos. Neste caso, o meia Henrique, capitão do Cruzeiro, pode ser tratado como um representante nato de Minas Gerais. Extremamente regular, é uma das engrenagens que move o time e que permite que os meias brilhem.

Na final da Copa do Brasil, os gols foram marcados por três companheiros de meio-campo de Henrique: Thiago Neves, De Arrascaeta e Robinho. Mas ele não se incomoda nem um pouco em ver os holofotes sobre eles.

- Já estou há nove anos no clube, a gente dentro de campo tem uma leitura muito boa, coloca os 11 jogadores para funcionar. Sâo jogadores de qualidade, de extrema responsabilidade, que sabem jogar esse tipo de competição. E quando é título, eles correm, se destacam, mas quando é pra levantar a taça, está todo mundo junto - avaliou.

Com tantos anos no clube, é natural que Henrique desenvolvesse uma relação bem íntima com o Cruzeiro. São nove títulos em nove anos, uma história que promete não parar por aqui.

- É uma relação de amor. A gente se dedica tanto para fazer história por esse clube, é uma história de gratidão e carinho muito grande - revelou.

CBF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.