Náutico aproveita abertura do mercado paraguaio no Brasil e inicia busca por reforços


Técnico Márcio Goiano e diretor Ítalo Rodrigues estão no país sul-americano para monitorar jogadores de olho em 2019


Márcio Goiano e Ítalo Rodrigues garimpam novos talentos sul-americanos para Náutico — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

O Náutico não deu inicio ao período de contratações para a próxima temporada, mas está na fase de observação de reforços. Esse é o primeiro momento de prospecção. O técnico Márcio Goiano e o gerente de futebol do clube, Ítalo Rodrigues, estão no Paraguai, onde passarão 10 dias e acompanharão cerca de 20 partidas. No Brasil, o vice-presidente do Timbu, Diógenes Braga, vai ficar em contato com Márcio e Ítalo no período e explica a opção pelo vizinho sul-americano para buscar jogadores.

- Existe uma relação criada de Ítalo com alguns agentes do Paraguai e isso abriu um canal de relacionamento muito bom. A característica do futebol de lá é muito interessante e é um futebol que acaba se assemelhando um pouco com o nosso no momento. A característica de jogo pesa.

Segundo Diógenes, outro fator que pesou na escolha foi econômico, já que o Real é bem valorizado no Paraguai.

- O valor do Real lá ajuda muito nesse sentido. Se você for ver, na Série A, tem vários jogadores paraguaios que estão jogando. É um mercado que tem crescido muito porque a moeda da gente tem força lá e temos a possibilidade de contratar destaques.


Ortigoza foi o principal jogador do Náutico nesta temporada — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

O Náutico contou com dois paraguaios nesta temporada. O atacante Ortigoza, o grande destaque, hoje no Paraná, e o volante Jiménez, que teve poucas chances. De acordo com Diógenes, a viagem para o Paraguai não tem uma relação com o sucesso de Ortigoza, no Brasil.

- A gente já estava com essa viagem marcada desde antes de Ortigoza. Pesou para a vinda dele porque a gente já estava mapeando. Não conseguimos fazer a viagem em 2017, por conta do atropelo do fim do ano, e, quando chegou o nome dele, a gente já tinha várias informações.


Jiménez não teve grandes oportunidades, mas tem contrato com o Timbu para a próxima temporada — Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press

Márcio Goiano e Ítalo Rodrigues viajaram para o Paraguai com um planejamento traçado, onde assistirão uma média de dois jogos por dia e observarão os jogadores mapeados.

- Temos alguns jogadores monitorados desde o ano passado, mas a ideia não é só olhar jogadores e sim assistir jogos também. Eles vão ver dois ou três jogos por dia e vão voltar com cerca de 20 jogos assistidos. A ideia é fazer um mapa de jogadores para quando a gente for começar a montar o elenco, entre outubro e novembro.

globoesporte

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.